>>Quarteto da alba 2.0

As personagens deste Quarteto da Alba 2.0 repetem uma ladainha: "Disseram-nos que éramos imortais", porque sabem que talvez já estejamos no meio de uma civilização que perde dignidade e que tem a vaga sensação de que uma revolução poderá colocá-las no caminho em que falar sobre o futuro não é uma redução da memória, e em que o presente não pode ser um aglomerado de pesadelos e fracassos. Há sempre um sopro poético que se adapta aos ideais e que permite imaginar um novo mundo que começa hoje. Elas são as portadoras desse compromisso. E seguem a direção dessa luz que não cega.

Com encenação de Carlos Gil Zamora

 

Ficha Técnica  

Texto e encenação Carlos Gil Zamora // Interpretação  Andreia Galamba, Bárbara Ramos Teixeira, Clara Cunha, Inês Minor, Sara Beatriz // Direcção técnica  Ivan Castro // Design gráfico Ana Rodrigues, Marta Ladeira // Cenografia e Figurinos Carlos Gil Zamora // Musica Original Miguel Ferro // Produção Executiva e Comunicação Susana Paixão  

DISPONÍVEL PARA CIRCULAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL